10 de Dezembro de 2008, A Lição

Ele estava lá, como disse que estaria… ela, a medo, estendeu-lhe a mão… Na cabeça dela, mil pensamentos (e se tivesse que os descrever agora não seria capaz…) Medo, desejo, vontade, receio… Sim… Não…

“Vou? Não… Fico? Quero ir… Vou!”

E ele estava ali, a um passo dela… A olhar para ela, ansioso (sim, acho que posso dizer que ele estava ansioso)… ela tremia…

E ela foi… e ela queria… e ela desejou… e ele pegou-lhe na mão e segurou-a e puxou-a para si…

Mas ela fugiu… mesmo quando ele lhe segurava a mão, mesmo quando o olhar dele lhe dizia “fica mais um  bocadinho”… mesmo quando ela queria ficar…

O beijo (como ela adora beijos!) quase aconteceu… No último instante, o receio falou mais alto… e ela fugiu… e depois… ficou a pensar “E se…?”

beijo01[1]

(porque entre ele e ela impera a pureza e a inocência própria das crianças…)

 

 

Lição aprendida:

da próxima, prefiro arrepender-me do que fiz do que daquilo que, querendo, nao fiz!

5 comentários:

Luna disse...

Por isso me arrependo só do que não faço...Pelo menos até hoje. :-D

Mas repete e...

cheiodetesao disse...

Não se deve deixar passar uma oportunidade dessas...

O lá Sarah, beijinhos.

cheiodetesao disse...

Era "Olá", claro e não "O lá", separar assim duas coisas tão chegadas, é um crime, ora vê lá tu bem o que fiz e eu não sou criminoso nenhum, sou até muito lindo, tenho provas e testemunhas...

Lethes disse...

Só fazendo sabemos se teremos que nos arrepender...

Com o erros aprendemos e crescemos....

E há erros que são Tão Bons!...

Beijinhos... :)

US disse...

Todos vivemos com as nossas contradições,medos, inseguranças...mas com vontade acabamos por encontrar o nosso caminho.
beijo